Da química ao natural: o processo de transição capilar

A transição capilar consiste no processo de naturalização dos fios capilares, ou seja, desistir da aplicação de produtos químicos e técnicas para alisamento (ou relaxamento) e permitir o crescimento natural dos cabelos.

O primeiro passo para aceitar a transição é a paciência. Afinal, esperar o cabelo crescer e eliminar toda a parte da química (que por sinal está bastante danificada) exige muito de você. Quando optamos por alisar – ou quando optaram por nós -, muitas vezes não percebemos o quanto isto é agressor as nossas madeixas, que se torna um processo irreversível. Lembro-me quando ainda criança, das vezes que tive que cortar meu cabelo tamanho “joãozinho” porque o produto químico danificou a tal ponto que meu cabelo caiu todo e quebrou.

Testes coordenados pela química Inês Joekes, da Universidade de Campinas (Unicamp) mostraram que os produtos utilizados em nossos cabelos, como xampus, condicionadores, além de outras químicas danificam os fios e não promovem a recuperação. “Ainda que usados em baixas concentrações, esses compostos deformam de maneira irreversível a estrutura microscópica do cabelo”, explica trecho da matéria Fio a Fio publicada na Revista Pesquisa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Luana Souza alisava o cabelo desde muito jovem por iniciativa da família. Na escola era queria ser igual às coleguinhas de turma com os cabelos lisos, por isso continuou aprovando o alisamento. Porém, os produtos químicos causaram danos as madeixas de Luana e levou-a a ter que cortar os fios na altura do pescoço. “Eu não queria mais passar por isso. Adaptei, fiquei um ano sem química, até que há sete meses atrás teve um evento importante para minha família e me vi obrigada a relaxar o cabelo, para que o volume não incomodasse os olhos dos meus familiares. Mais uma vez, me senti infeliz com a decisão e hoje, após sete meses sem alisar, fiz o meu ultimo corte. Livre de químicas e valeu muito à pena”, fala Luana em seu depoimento ao blog Encrespando.

luana-souza-transicao-capilar

Para assumir o crespo não tem outro jeito: tem que deixar o cabelo da raiz crescer. “E enquanto isso, o que faço com meu cabelo?”. Enquanto isso os cuidados com o cabelo redobram. É preciso um intenso nos cuidados com a hidratação de nutrição dos fios, com produtos específicos para cabelos crespos e cacheados que podem ser encontrados no mercado. Como cada cabeça é um cabelo, cada produto se adéqua a um tipo de cabelo. Brevemente apresentarei resenhas de alguns produtos para que vocês possam acompanhar e experimentar. Hidratação associadas a óleos capilares ajudam a manter o brilho e maciez dos cachos/crespos.

“Não tenho quilos de produtos de cabelo, nem acho que isso seja necessário: uma escova de cerdas largas e firmes, um xampu, um condicionador e um creme de pentear; alguns óleos e manteigas vegetais e só”, diz a farmacêutica Monaliza Soares. Ela criou sua própria linha capilar e disse que a melhor solução que encontrou para manter os cabelos naturais foi a eliminação de sulfatos, silicones e derivados do petróleo – assunto que tratarei mais tarde.

Quando decidi assumir meu cabelo natural, vivi momentos terríveis, porque ele nunca ficava do jeito que eu queria. Uma parte cacheada, outra esticada. A solução que encontrei foi fazer penteados para disfarçar. Na época ainda não tinha descoberto o poder e elegância dos turbantes, que é um ótimo disfarce para este momento.

MonaBig chop, o que é isso?

Eu tenho que cortar? Eis a questão que muitas mulheres sofrem – principalmente as que têm cabelos longos e decidiram assumir o natural. Sim, chega um momento que é preciso cortar, mas quem vai decidir isto é você. O processo de corte é conhecido como Big Chop (BC), que traduzindo significa “grande corte” – é quando você corta parte danificada e/ou alisada/relaxada. Existem mulheres que nem esperam este crescimento, mas simplesmente passam a “máquina zero” e começam do zero literalmente. O corte se faz necessário, porque chega um momento que é preciso o cabelo crescer livremente e naturalmente… e aí é o momento da libertação! Quando você corta e se olha no espelho, a transformação é notável.

Monaliza optou por não esperar o cabelo natural crescer e fez o big chop total. Passou a máquina zero. “Tive um caminho tortuoso com a transição. Eu preferi cortar do zero, porque pra mim não deu certo isso de deixar uma parte encarapinhada e a outra alisada. Mas meu cabelo, mesmo virgem demorou para voltar a cachear”, falou. A solução que encontrou para retornar aos cachos foi muita umectação (falarei mais sobre) pré xampu.

Certa vez li uma frase que não me recordo a autoria, mas que dizia que quando você escolhe assumir seu cabelo natural, isso representa mais que um ato político, mas a opção de não massacrar mais o seu corpo.

Anúncios

5 comentários sobre “Da química ao natural: o processo de transição capilar

  1. Puxa, Lorena, que texto limpo e explicativo sobre esse assunto tão importante! Nem preciso dizer o quanto fico feliz de ler coisas assim na net, que extrapolam o senso comum de: compre isso, use aquilo, pois sabemos que o buraco é mais embaixo…
    Parabéns, estou adorando o blog!
    Beijos

  2. ACHEI VC BEM CORAJOSA , EU TENHO VONTADE DE FAZER ISSO MAS ME FALTA CORAGEM.EU TENHO CABELO CRESPO E FAÇO RELAXAMENTO MAS AS VEZES FERE A CABEÇA E HORRIVEL, AS PESSOAS TEM VERGONHA DO NOSSO CABELO, EU NÃO SOU CONTRA QUEM ALISA OS CABELOS EU SO NÃO QUERO QUE FIQUEM CRITICANDO O MEU CABELO EU ADORO MEU CABELO. ADOREI SEU DEPOIMENTO VC E LINDA DE QUALQUER JEITO.

  3. parabens estou passando pelo mesmo prosseso e te confesso e como se estivesse nascendo novamente e fazendo a escolha certa aceitar a nos mesma e o mesmo sgnficado de amar aquele que nos criou e o que nos fez imagem e semelhança dele deus te abençoe em nome de jesus linda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s